Flamengo
Página Inicial
História do Flamengo
Craques
Notícias Flamengo
Grandes elencos
Jogos imortais
Sala de Troféus
Vídeos do Flamengo
Títulos do Flamengo
Estatísticas
Crônicas
Cronologia
Curiosidades
Escudos
Uniformes
Donwloads
Hino do Flamengo
Mascote
Sedes
Letras de músicas
Frases famosas
Links
Mural da torcida
E-mail

 

Flamengo fecha parceria de R$ 6 milhões com site de compras coletivas

 

O Flamengo firmou nesta terça-feira (19 de julho) uma parceria com o recém-lançado site de compras coletivas Felicidade Urbana, que vai estampar sua marca na parte da trás da barra da camisa e no calção rubro-negros. O contrato prevê a entrada de R$ 6 milhões por temporada nos cofres do Rubro-Negro e será apreciado no Conselho Deliberativo. A duração do vínculo ainda não foi divulgada. Atualmente, o clube tem garantidos R$ 8 milhões do banco BMG (mangas) e mais R$ 2 milhões da TIM (número do uniforme). No total, serão R$ 16 milhões.

O patrocínio master, no entanto, ainda é um ponto de interrogação. Quase oito meses depois da chegada de Ronaldinho Gaúcho, o carro-chefe do Rubro-Negro está estacionado. O clube rejeitou recentemente uma proposta de R$ 16 milhões até o fim do ano de uma empresa do ramo automobilístico. Além disso, não licenciou nenhum produto com a marca do jogador. A exceção foi uma bandeira promocional com a figura do camisa 10.

Nesta terça-feira, em entrevista coletiva no Ninho do Urubu, a presidente Patricia Amorim disse que os negócios avançaram.

- Continuamos com os mesmos valores de propriedade, algo em torno de R$ 30 milhões em toda a camisa. Tivemos a preocupação de entender o que era o mercado. Começamos a receber propostas segmentadas dentro de uma realidade. Algumas pessoas não concordam, mas para mim a camisa é o manto sagrado, tenho cuidado com ela. Tenho preocupação com a marca, com a cor, me preocupo com isso. Começamos a receber propostas de barra de camisa, elas foram encaminhadas ao Conselho Diretor, isso me deixa um pouco mais tranquila. Podemos ter mais de uma marca – explicou.

Na estreia de Ronaldinho, no dia 2 de fevereiro, o clube faturou R$ 900 mil com os patrocínios pontuais da Visa e da Cielo. Depois, o marketing rubro-negro decidiu estampar o endereço do site oficial do Flamengo na camisa por algum tempo.

Em 2010, sem Ronaldinho, o contrato com a empresa Batavo rendeu R$ 22 milhões para os cofres Rubro-Negros. A partir da chegada do Gaúcho, o clube esperava arrecadar R$ 200 milhões em quatro anos com camisa, licenciamentos e publicidade. Mas as contas começam a não bater.


Última atualização: 27/09/13. Política de privacidade  |  Mapa do Site