Flamengo
Página Inicial
História do Flamengo
Craques
Notícias Flamengo
Grandes elencos
Jogos imortais
Sala de Troféus
Vídeos do Flamengo
Títulos do Flamengo
Estatísticas
Crônicas
Cronologia
Curiosidades
Escudos
Uniformes
Donwloads
Hino do Flamengo
Mascote
Sedes
Letras de músicas
Frases famosas
Links
Mural da torcida
E-mail

 

Flamengo 1x0 Vasco - Final do Campeonato Carioca de 1978

 

História

O Deus da Raça, herói do título
O Deus da Raça, herói do título

Títulos conquistados no último minuto são sempre inesquecíveis. Para os torcedores do Flamengo, são ainda mais, especialmente se as decisões são contra o Vasco da Gama. E foi o caso em 1978, em uma partida que é lembrada até hoje pelos rubro-negros, pois foi ali que nasceu a "Geração de Ouro" do Clube, que conquistou os maiores títulos de sua história: a Taça Libertadores da América e o Campeonato Mundial Interclubes, além de quatro Campeonatos Brasileiros.

Em um torneio que teve três artilheiros, com 19 gols cada, sendo dois do Flamengo - Cláudio Adão e Zico, e um do Vasco - Roberto Dinamite, a final foi decidida com apenas um golzinho. Um gol chorado, que veio a acontecer apenas aos 43 minutos do segundo tempo da decisão. Um gol que não sai da cabeça da Nação Rubro-Negra até os dias de hoje. E também insiste em não sair da cabeça dos vascaínos. Um gol que foi feito de cabeça. Da cabeça de um dos maiores jogadores da história do Mengo: o zagueiro Rondinelli, conhecido como Deus da Raça.

Reza a lenda, que no vestiário do Maracanã, naquele dia, foi feito um pacto entre os jogadores do Fla. Um pacto de vitórias, que daria início a uma sequência sensacional de títulos, como o Campeonato Carioca, duas vezes em 1979, e também em 1981, por exemplo, ano em que, aliás, o time conquistou a Taça Libertadores da América e o Campeonato Mundial Interclubes.

O Jogo

Um clássico fresco na memória de muitos rubro-negros. Comandado por Zico, o Fla enfrentava o arqui-rival Vasco, no último jogo do Campeonato Carioca do ano de 1978. Era, na verdade, o último jogo do segundo turno do torneio. Mas, como o time da Gávea havia vencido o primeiro turno, a Taça Guanabara, se vencesse o rival neste jogo seria campeão do segundo turno e sairia com o título estadual do Maracanã. Foi o que aconteceu.

Rondinelli, no exato momento da cabeçada heróica
Rondinelli, no exato momento da cabeçada heróica

Os vascaínos precisavam apenas de um empate, para conquistar o returno e adiar a decisão do Campeonato Carioca para a outra semana, contra o mesmo Flamengo. Em um jogo muito disputado, quem assustou mais foi o Flamengo. Zico, logo no início da partida, fez bela jogada e arriscou de fora da área, mas perdeu a chance. O time de vermelho e preto seguia muito melhor no jogo, e, necessitando da vitória, partia para cima da equipe de São Januário, que, por sua vez, jogou o tempo inteiro na retranca, assustando apenas nos contra-ataques.

No segundo tempo, de novo ele, Zico, tabelou com Cláudio Adão, entrou na área, e bateu colocado, mas o goleiro vascaíno Leão fez a defesa. Depois, aos 30 minutos da segunda etapa, de novo o Galinho, driblou zagueiro cruzmaltino e bateu da entrada da área. Leão defendeu mais uma vez, e no rebote, Adílio desperdiçou. O gol rubro-negro temia em não sair, mas a equipe não desistia.

E o zagueiro sai para comemorar o gol do título
E o zagueiro sai para comemorar o gol do título

Ninguém, nem a torcida do Fla, reparou quando Rondinelli deixou o seu posto de sentinela na zaga rubro negra e caminhou em direção À área do Vasco. Eram 41 minutos do segundo tempo e Zico ia bater o escanteio. O Galo levantou a bola na área e o Deus da Raça penetrou, subiu mais que os zagueiros vascaínos e cabeceou violentamente para a meta de Leão. Um gol impressionante, inesquecível e decisivo: Flamengo 1x0 Vasco. Ainda faltavam quatro minutos de jogo, mas os cruzmaltinos não teriam forças para reagir.

Foi só aguardar o juiz apitar o final da partida para o carnaval rubro negro começar no gramado, no vestiário e pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro. O Flamengo era, mais uma vez, campeão estadual de futebol. E o melhor: com gol no finalzinho, e em cima do Vasco.

Imagens

Ingresso desta partida histórica

Ingresso desta partida histórica

Ficha Técnica

Pôster dos Campeões - Revista Placar
Pôster dos Campeões - Revista Placar

VASCO 0 x 1 FLAMENGO
Final do Campeonato Carioca 1978

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 03/12/1978
Gol: Rondinelli, aos 41'/2ºT

FLAMENGO: Cantarelli, Toninho, Manguito, Rondinelli, Júnior, Carpeggiani, Adílio, Zico, Marcinho, Cleber(Eli Carlos) e Tita(Alberto Leguelé). Técnico: Cláudio Coutinho.


Última atualização: 27/09/13. Política de privacidade  |  Mapa do Site